Diário de Campanha



- O texto a seguir serve de introdução para a trama da campanha principal. Apresenta história de Andreus, o semi-deus, e a intensa batalha entre o bem (grupo aliado aos personagens principais) e o mal (representado por Zafar, o maligno):

A campanha principal toca em uma ferida da mitologia grega, uma história que não é contada nos livrinhos super ilustrados que supostamente você já leu, é a história de um dos desconhecidos filhos de Zeus que vou tentar contar rapidamente...
         Há muitas gerações, o rei de todos os deuses, Zeus percebeu que estava ficando fraco, em virtude disso, decidiu dividir seu poder em sete esferas, que ganharam o nome de Spheres of God, cada uma dela portava uma virtude de Zeus, ele guardou-as em um templo protegido por uma Quimera. A posse dessas esferas se tornou desejo de muitos ambiciosos, um deles foi Zafar, um demônio sanguinário da terra de Mortilus. Zafar construiu um exército formado pelas mais terríveis criaturas do mundo, com essa ajuda invadiu o templo e roubou uma das esferas, mas não sabendo com libertar o poder da mesma, revoltou-se e aprisionou a esfera no Plano Inferior (para os mais leigos, o inferno), até que descubra um meio de canalizar o seu poder. Zeus sentia-se mais fraco depois do acontecido, e sentiu que estava na hora escolher um de seus filhos para tomar conta de todo o seu patrimônio. E mesmo com todos aqueles poderosos deuses, a sua volta, não achou ali algum que o agradasse, foi quanto ele visitou, por meio sua áurea, uma aldeã em que um dia teve um rápido romance, fruto desse romance nasceu Andreus, que já estava crescido e era General das tropas de Rhadamanthys, Zeus teve a certeza de que ele seria, sem dúvida, seu melhor sucessor e logo o nomeou como um semi-Deus, Andreus tinha o poder de equilíbrio em tudo que ele tocava se tornava neutro e ainda tinha a habilidade de transfiguração, ele tomava forma de Dragão para intimidar quem fosse contra sua vontade.

Com o passar do tempo o ceticismo humano destruiu todos os deuses, destruiu também a crença nas Spheres of God, mas por não ser um deus verdadeiro Andreus permaneceu vivo e governou por todo mundo exceto pelas terras Mortilus, onde vivia Zafar além de outras aberrações. Chegando um dia que o chanceler do Templo notifica a Andreus sobre uma terrível profecia: Magos negros estariam juntos com Zafar para abrir os portais do Plano Inferior, trazendo todos o tipos de males, afim conquistar as esferas que restaram, supostamente por ter descoberto o meio de canalizar o poder contido nelas. Andreus arma uma forte proteção as esferas que sobraram no templo, sacrificando o seu espírito. O mundo é tomado por trevas, governado agora por Zafar. Seguidores de Andreus ainda vivem no mundo, porém trancafiados em suas casas, com medo de serem identificados e torturados. The Shinings como são chamados os seguidores de Andreus, têm como principal comandante Arthur, é ele que promove a busca pelos cinco heróis que irão combater Zafar e trazer a paz para o mundo novamente, é o que diz a profecia...
                

         Essa breve conexão com a mitologia grega serve para situar a história da campanha. No mesmo plano, vamos falar sobre dois heróis que se conheceram na Paladin School, uma falida escola preparatória de Paladinos, e se tornam grandes amigos se aventurando. Por serem Paladinos são cheios da justiça, bondade e lealdade e serviam anonimamente a um Deus bondoso, Zeus. Juntos conquistaram uma boa fama na região além de amizades, duas delas foram Tung, o ninja mercenário, e LeBlanc, um cavaleiro negro. A diferença entre o grupo é o que faz o seu equilíbrio. Agora eles estão acampados na cidade de Hudgel, descansando para seguir em qualquer direção que tenha cheiro de aventura.

   
 
Para acompanhar a nossa campanha é fácil, basta você seguir os tópicos aqui postados:
Personagens - Descrição e rápido background dos personagens principais.

Capitulo I: A Convocação - (Sessão 00) Os personagens preparam-se para viajar até a Vila Kunai e acabar com a  invasão de Vargs, enquanto procuram a filha de Salazar e algum vestígio do Cristal Verde.


(As histórias contadas nao são veridicas. Acontecimentos que sejam iguais a realidade são mera coincidência).

Nenhum comentário:

Postar um comentário